Dicas para melhorar o bem estar no cativeiro

O estresse é uma condição que pode levar a anorexia, queda na imunidade e evoluir para o óbito.
Algumas medidas simples ajudava manter o ambiente do seu réptil mais confortável.

-Levar em consideração o comportamento social da espécie. Algumas delas vivem melhor em grupos , como por exemplo os dragões barbados.
-Evitar a presença de outros animais domésticos muito próximos, os do recinto, podem ser interpretados como ameaça e gerar uma situação de estresse para o réptil.
-fornecer um gradiente de temperatura ao longo do recinto (vertical e horizontalmente) para que o animal possa fazer sua termorregulação dentro do seu ambiente.
-construir locais onde o animal possa se esconder se sentir-se ameaçado, como tocas, galhos, laguinhos, etc…de acordo com a espécie.
-muitos répteis são “tímidos” e não lidam muito bem com a manipulação dos donos, gerando grande estresse no animal. Portanto, é extremamente importante que se o proprietário desejavam animal que possa estar sempre sendo manipulado, é necessário escolher com conhecimento o animal a ser adquirido. É comum os animais sofrerem lesões ao tentar escapar de uma contenção inadequada, e para o manuseio do animal é necessário saber contê-lo de maneira firme e segura.
-conhecer os hábitos das espécies, para montagem do recinto, com galhos, ou areia, ou lagos/aquaterrários de acordo com sua necessidade.